02/06/2011

Campanha completa 1 ano e intensifica ações na Semana do Meio Ambiente

"Junte-se à nós, plante mais árvores para um mundo melhor”. É com este convite que as ONGs Centro Sabiá, Diaconia e Caatinga estimulam a população de Pernambuco, região Nordeste do Brasil, a aderir à "Campanha 1 Milhão de Árvores”, que completou um ano de ações no estado. Com a proximidade do Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho, a campanha deve intensificar suas ações durante a Semana do Meio Ambiente.

O coordenador geral do Centro Sabiá, Alexandre Pires, informou que entre outras atividades da Semana ambiental no estado, começa a partir de amanhã (1º), na cidade de Triunfo, no Sertão pernambucano, uma série de atividades que visam sensibilizar a população a plantar e cultivar mais árvores. Até o dia 3 de junho, a população do Sertão do Pajeú poderá contribuir com o plantio de 300 mudas em creches, escolas e outros pontos da cidade.

Já na região Agreste, será realizada, entre outras ações, a 16ª Caminhada Ecológica da cidade de Bezerros, no dia 6 de junho, para chamar a atenção da população local sobre as questões ambientais, dando ênfase também à campanha 1 Milhão de Árvores.

No dia 7 de junho é a vez da cidade de Rio Formoso, na região da Mata Sul, contribuir com a Semana do Meio Ambiente. Para isso, haverá o seminário ‘Agroecologia e Mudanças Climáticas’ que debaterá a importância da agricultura sustentável e da preservação dos recursos naturais, que contribuem para evitar e minimizar os desastres ambientais, como as enchentes que castigaram algumas cidades do Nordeste brasileiro.

Alexandre comentou que a projeção de conseguir o plantio de 1 milhão de árvores foi ‘bem audaciosa’, e, apesar de terem atingido, até agora, 10% desta meta, as entidades organizadoras do evento consideram como positiva a mobilização e a participação de diversas entidades, dos mais diferentes setores da sociedade pernambucana.

Ele disse que o material de divulgação da campanha como cartazes, folders e camisetas continua sendo divulgado, mas ressaltou que a ideia agora é dar mais visibilidade à campanha, à ação efetiva. "Estamos planejando estratégias para mais adesões”, informou.

Alexandre destacou que a expectativa é que a campanha consiga, pelo menos, duplicar o plantio de árvores do primeiro ano. "Neste primeiro ano, conseguimos mobilizar muitas pessoas e organizações, então, agora queremos chegar ao segundo ano com o dobro de árvores plantadas”, explicou. Até o momento, a campanha atingiu 10% da proposta inicial de 1 milhão de árvores, tendo pouco mais de 100 mil novas espécies plantadas por todo o estado.

Para fazer parte desta iniciativa basta plantar árvores no quintal das casas e nos parques, por exemplo, e registrar a ação no blog da campanha. A iniciativa sugere que a população também se junte em mutirões em comunidades ou em escolas para fazer o plantio. Alexandre citou ainda o caso de empresas que querem ou precisam contribuir com a questão climática, e que podem contribuir com a campanha para chegar a este fim.

Outro objetivo da campanha é dar visibilidade à agricultura familiar, uma atividade mais ecológica, que cultiva plantas de diferentes espécies dentro de uma mesma área para preservar a diversidade, desmata menos do que a agricultura industrial, e não usa adubos químicos.

"É importante destacar que uma área de vegetação nativa mantém o equilíbrio entre animais e recursos naturais, e a ação humana provoca a degradação trazendo desequilíbrio e consequências para a população. Ao propor o plantio de árvores, a campanha provoca a sociedade a refletir e mudar seu comportamento. As árvores protegem o solo, nos protegem do sol, fazendo sombra e contribuindo para uma temperatura mais amena, além de garantir alimento e ar mais puro”, finalizou.

Para mais informações ou para registrar sua adesão à campanha e o plantio de uma nova árvore, acesse o blog: http://plantemaisarvores.wordpress.com/

Compartilhe no
Notícias relacionadas...

Outras notícias...

Expediente:
Presidenta: Suzineide Rodrigues • Secretário de Comunicação: Epaminondas Neto • Conselho Editorial: Suzineide Rodrigues, Epaminondas Neto, Josenildo Santos, Beatriz Albuquerque e Expedito Solaney • Jornalista Responsável: Beatriz Albuquerque  Redação: Beatriz Albuquerque e Brunno Porto • Produção de audiovisual: Kevin Miguel •  Programação Visual: Bruno Lombardi