09/10/2019

Sindicato dos Bancários de Pernambuco completa 88 anos de lutas e conquistas



Neste 9 de outubro, o Sindicato dos Bancários de Pernambuco completa 88 anos de luta em defesa dos direitos das bancárias e bancários. Fundada em 1931, a entidade tornou-se símbolo de resistência da classe trabalhadora por seu protagonismo no cenário político e social.

Conquistas importantes marcam a história do Sindicato dos Bancários de Pernambuco, como a jornada de seis horas semanais, auxílio-creche, fim do trabalho aos sábados, vales refeição e alimentação, PLR, 13ª cesta-alimentação, licença-maternidade de 180 dias, licença-paternidade ampliada, igualdade de direitos para casais homoafetivos, entre outras.

“Apesar das recorrentes tentativas de enfraquecimento das organizações dos trabalhadores, o Sindicato dos Bancários de Pernambuco mantém-se combativo, nas ruas e nos locais de trabalho, em defesa dos direitos da categoria e por um Brasil democrático e inclusivo. Parabéns a todas e todos que construíram este sindicato e aos que seguem fazendo a resistência: dirigentes, bancários, delegados sindicais, funcionários e companheiros e companheiras de luta. Seguiremos resistindo com a força de toda a categoria”, afirma a presidenta do Sindicato, Suzi Rodrigues.

Em 2019, a luta é por emprego, em defesa da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) e pelo fortalecimento dos bancos públicos. O acordo assinado para dois anos (2018-2020), que inclui o reajuste salarial com aumento real e a manutenção de todos os direitos, possibilita que a categoria bancária esteja mobilizada por pautas que extrapolam as questões econômicas, como direito à saúde, aposentadoria digna e fim do assédio moral.

Futuro

A diretoria do Sindicato dos Bancários de Pernambuco, objetivando o fortalecimento da entidade, desenvolveu com a participação de todo o pleno que a compõe um marco estratégico válido até 2024. “O Marco Estratégico está pautado nas ações específicas da categoria, de organização interna administrativa, mas está focado principalmente na atuação do Sindicato-cidadão, engajado na sociedade e com outros movimentos sociais”, afirma a presidenta, Suzi Rodrigues. 

O período de planejamento teve duração de cerca de quatro meses e também resultou na construção dos eixos que irão nortear a atuação do Sindicato. A valorização da categoria, a luta contra retrocessos e a defesa de uma sociedade mais justa e igualitária estão presentes nesse tripé de propósitos do Sindicato.

Visão

Ser referência no diálogo e ação permanente com a base da categoria, articulado com o movimento sindical, popular e sociedade em geral, também na força e luta de resistência frente ao cenário de qualquer retrocesso sociopolítico, econômico, ideológico, por justiça, igualdade de oportunidade, inclusão social e cultural.

Missão

Orientar e organizar coletivamente a categoria em torno de seus direitos e da luta pela democracia, bem como por um sistema financeiro com controle social que promova um desenvolvimento sustentável, fortalecendo a organização no local de trabalho e o engajamento na unidade da classe trabalhadora, em defesa da solidariedade entre os povos, valorizando a cultura e a convivência na diversidade, para construir uma sociedade justa, igualitária e fraterna.

Princípios

Orientamos e defendemos os princípios clássicos de uma sociedade justa e igualitária e tem como horizonte estratégico o socialismo, uma sociedade plural, democrática que respeite e apoie as lutas identitárias, a autodeterminação dos povos, um Brasil multilateral e internacionalista, conservando-se um sindicato de classe, de luta, democrático, livre, autônomo e pela base.

Compartilhe no
Notícias relacionadas...

Outras notícias...

Expediente:
Presidenta: Suzineide Rodrigues • Secretário de Comunicação: Epaminondas Neto • Conselho Editorial: Suzineide Rodrigues, Epaminondas Neto, Josenildo Santos, Beatriz Albuquerque e Expedito Solaney • Jornalista Responsável: Beatriz Albuquerque  Redação: Beatriz Albuquerque e Brunno Porto • Produção de audiovisual: Kevin Miguel •  Programação Visual: Bruno Lombardi