23/08/2019

Em Pernambuco, Sindicato e funcionários do BB aderem ao Dia Nacional de Luta em Defesa da Cassi



Bancários de todo País realizaram, nesta quinta-feira (22), o Dia Nacional de Luta em Defesa da Cassi. Em Pernambuco, o ato realizou-se na agência do Banco do Brasil, que fica localizada no Edf. Capiba, no Recife Antigo. Com participação dos dirigentes do Sindicato dos Bancários de Pernambuco e funcionários do BB, a mobilização denunciou os ataques do governo Bolsonaro e as diversas medidas implementadas pela direção do BB que prejudicam os bancários.


A data foi estabelecida durante o 30º Congresso Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil (CNFBB). Após mobilização dentro da agência, dirigentes e funcionários concentraram-se na área externa do prédio que abriga a Superintendência do BB em Pernambuco.

A secretária-Geral do Sindicato e membro da COE BB, Sandra Trajano, ressalta que é dever de todos os funcionários defender a Cassi. “A Cassi é um patrimônio nosso, conquistado com muita luta. Os funcionários precisam se unir e alertar seus companheiros de trabalho sobre a importância da manutenção desse direito. Mais do que nunca, precisamos que os associados cobrem a reabertura das negociações. O Sindicato está presente nesta resistência”, destaca Sandra.

Com faixa e folheto informativo, o Sindicato fez um alerta sobre a necessidade do BB, enquanto patrocinador, retomar a negociação com as entidades representativas, na intenção de encontrar uma alternativa que garanta a manutenção e fortalecimento da Cassi. O ato também destacou os riscos das privatizações dos bancos públicos, tanto para os bancários, quando para todos os brasileiros.

“Acima de tudo, temos que defender o Banco do Brasil. Porque sem este banco, não tem Cassi, não tem Previ. Então, precisamos defender as empresas públicas. Com relação à Cassi, o problema não é apenas do concursado que não terá o plano. O que estamos discutindo é a falência do plano, que vai se acabar se não tiver vidas novas”, alerta a presidenta do Sindicato, Suzineide Rodrigues.





Ainda durante a realização do “Dia Nacional de Luta em Defesa da Cassi”, os dirigentes do Sindicato recolheram assinaturas para um abaixo-assinado em defesa da caixa de assistência dos funcionários do BB, que solicita a reabertura das negociações.

Para secretária do Ramo Financeiro e funcionária do BB, Diana Ribeiro, o momento exige unidade. "Este é um momento de desconstrução de direito e de consciência de grupo. Então, a gente pede a todos os funcionários que voltem a se unir em defesa da Cassi", afirma.


Funcionária do Banco do Brasil, Micheline Nunes, destaca a importância da conscientização dos bancários em relação à Cassi. “A Cassi é nossa e precisamos dela para nossa saúde e a saúde dos nossos familiares. Ela é fundamental para um bom desenvolvimento do trabalho dentro da agência, já que é conhecido que o adoecimento entre os bancários é grande, não apenas fisicamente, mas de forma emocional. Precisamos nos unir, entrar na luta, e defender esse nosso patrimônio”, pontua.

A partir de setembro, serão realizadas plenárias em todos os Estados para que os participantes da Cassi possam propor soluções. O compilado dessas discussões será transformado em um documento unificado para ser entregue ao banco.

Compartilhe no
Notícias relacionadas...

Outras notícias...

Expediente:
Presidenta: Suzineide Rodrigues • Secretário de Comunicação: Epaminondas Neto • Conselho Editorial: Suzineide Rodrigues, Epaminondas Neto, Josenildo Santos, Beatriz Albuquerque e Expedito Solaney • Jornalista Responsável: Beatriz Albuquerque  Redação: Beatriz Albuquerque e Brunno Porto • Produção de audiovisual: Kevin Miguel •  Programação Visual: Bruno Lombardi