02/05/2019

Santander implementa cartão alimentação/refeição com falhas na rede credenciada


Arte: Bancários SP

Os funcionários do Santander no Brasil contribuíram com 29% do resultado global do conglomerado espanhol, que obteve lucro líquido de R$ 3,485 bilhões no primeiro trimestre de 2019. Em troca, o banco implementou um novo cartão de alimentação/ refeição, chamado BEN Benefícios, que gerou insatisfação entre os trabalhadores por não ter a ampla rede conveniada anunciada pelo banco.

O Sindicato dos Bancários de Pernambuco recebeu dezenas de denúncias de funcionários do banco que foram submetidos à situações de constrangimento no momento de pagar por sua alimentação ou refeição. De acordo com o Santander, o BEN possui 123 mil estabelecimentos cadastrados em todo o País. Mas, na lista de conveniados por Estado, disponibilizada pelo próprio banco, existem estabelecimentos que desconhecem o cartão.

A presidenta do Sindicato, Suzineide Rodrigues, lembra que a mudança da bandeira do cartão VR e VA foi pautada em reunião, realizada no dia 16 de abril, entre a entidade e a representante de Relações Sindicais do banco Santander, Fabiana Moreira. “O banco nos garantiu que os funcionários do Santander não enfrentariam problemas, mas agora não cumpre sua palavra. Os bancários estão sendo prejudicados quando não podem realizar suas compras porque o cartão BEN não tem rede credenciada suficiente. Esperamos que o banco solucione a situação prontamente”, critica.

Os funcionários que não receberam o cartão até o momento, não foram prejudicados, pois o valor equivalente foi creditado em conta bancária. Por outro lado, os que receberam o BEN estão com dificuldades para encontrar restaurantes e supermercados cadastrados, em especial as grandes redes.

“O problema ocorre em nível nacional. Foi muito precipitado, por parte do banco, lançar um produto sem uma rede de conveniados ampla e sólida. Essa irresponsabilidade afeta as bancárias e os bancários e suas famílias. Outro erro grave do banco é ter incentivado os funcionários a indicar estabelecimentos e não dar o retorno prometido sobre o credenciamento ou não do estabelecimento”, avalia a dirigente da Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro no Nordeste (Fetrafi-NE) e membro da COE Santander, Tereza Souza. A COE levou a reivindicação ao Santander, que até o momento não fez nenhum pronunciamento sobre as queixas.  

Confira a lista de estabelecimentos credenciados informada pelo Santander

Compartilhe no
Notícias relacionadas...

Outras notícias...

Expediente:
Presidenta: Suzineide Rodrigues • Secretário de Comunicação: Epaminondas Neto • Conselho Editorial: Suzineide Rodrigues, Epaminondas Neto, Josenildo Santos, Beatriz Albuquerque e Expedito Solaney • Jornalista Responsável: Beatriz Albuquerque  Redação: Beatriz Albuquerque e Brunno Porto • Produção de audiovisual: Kevin Miguel •  Programação Visual: Bruno Lombardi