16/11/2018

Sindicato completa 87 anos de luta em defesa dos bancários



Fundado em 9 de outubro de 1931, o Sindicato dos Bancários de Pernambuco completou 87 anos. A entidade é uma das mais antigas do Estado e, atualmente, representa mais de dez mil trabalhadores. Para celebrar a trajetória de luta, os dirigentes, associados e entidades parceiras encontram-se no próximo dia 14 de dezembro, no Sindsprev-PE. Na ocasião, será realizada uma reunião de planejamento estratégico para traçar os rumos da nova direção da entidade e um evento para celebração da data. A agenda de trabalho prossegue no dia 15 seguinte.

Combativo nos campos político e social, o Sindicato tornou-se referência para toda a classe trabalhadora. Entre as primeiras reivindicações da categoria, destacam-se a jornada de seis horas, aposentadoria e estabilidade no emprego. A adesão às greves nacionais marcaram a atuação da entidade, que conseguiu mobilizar os bancários, na década de 1950, em uma paralisação de 40 dias contra a privatização dos bancos públicos.

Após a Ditadura Militar de 1964, quando o Sindicato sofreu intervenção e dirigentes foram perseguidos, a entidade voltou a ser dos trabalhadores. A abertura política possibilitou a reorganização e o fortalecimento das entidades sindicais.

“O Sindicato dos Bancários sempre esteve na vanguarda da luta da classe trabalhadora. Atuou com ímpeto no governo de Fernando Collor e enfrentou a onda privatista do governo de Fernando Henrique Cardoso”, destaca a secretária-geral, Sandra Trajano.

Hoje, aos 87 anos, o Sindicato vive um novo desafio diante de uma conjuntura ultraliberal e elitista. “O novo governo ameaça os trabalhadores e a existência das organizações sindicais; mas, juntos somos fortes. Superamos momentos difíceis no passado e, com certeza, vamos atravessar o próximo período lutando para impedir a retirada de direitos”, conclui a presidenta do Sindicato, Suzineide Rodrigues.

Compartilhe no
Notícias relacionadas...

Outras notícias...

Expediente:
Presidenta: Suzineide Rodrigues • Secretário de Comunicação: Epaminondas Neto • Conselho Editorial: Suzineide Rodrigues, Epaminondas Neto e Adeílton Filho • Jornalista Responsável: Micheline Américo  Redação: Beatriz Albuquerque e Brunno Porto • Coordenação, Supervisão e Produção de audiovisual: Tempus Comunicação •  Programação Visual: Bruno Lombardi