25/09/2018

Empregados do BNDES aprovam CCT sem abrir mão de direitos



Os empregados do BNDES - Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, e suas subsidiárias, a BNDES Participações S/A – BNDESPAR e a Agência Especial de Financiamento Industrial – FINAME, aprovaram a Convenção Coletiva de Trabalho em assembleia realizada nesta terça-feira (25).

A proposta inicial do Sistema BNDES pretendia alterar a cláusula de “Proteção contra dispensa arbitrária ou sem justa causa”, em vigor desde 1992, após as traumáticas demissões do governo Collor, e retirar a cláusula de “Licença por inaptidão temporária ao serviço”. Porém, a mobilização dos funcionários fez o banco recuar na mesa de negociação.

“A CCT aprovada hoje, em Pernambuco, por unanimidade, preserva todas as conquistas até 2020. Essa é mais uma vitória do movimento sindical no enfrentamento à reforma trabalhista. A força da categoria bancária foi capaz de impedir a retirada de direitos”, afirma a secretária-Geral do Sindicato dos Bancários de Pernambuco, Sandra Trajano. Além dela, a dirigente Alzira Cavalcanti participou da assembleia.

As cláusulas econômicas aprovadas seguem o acordo que foi conquistado na Mesa Fenaban: reajuste de 5% no salário e benefícios para 2018, o que representa ganho real de 1,31%. E ganho real de 1% acima da inflação em 1º de setembro de 2019.

A jornada de trabalho apreciada pelos funcionários do Sistema BNDES em próxima assembleia. A data será divulgada com antecedência em Edital de Convocação publicado pelo Sindicato.

Compartilhe no
Notícias relacionadas...

Outras notícias...

Expediente:
Presidenta: Suzineide Rodrigues • Secretário de Comunicação: Epaminondas Neto • Conselho Editorial: Suzineide Rodrigues, Epaminondas Neto e Adeílton Filho • Jornalista Responsável: Micheline Américo  Redação: Beatriz Albuquerque e Brunno Porto • Coordenação, Supervisão e Produção de audiovisual: Tempus Comunicação •  Programação Visual: Bruno Lombardi