19/06/2018

Sindicato realiza ato em defesa da Cassi



Para protestar contra a mudança no custeio e na governança da Cassi, a diretoria do Sindicato fará mobilização junto com os funcionários no prédio da Superintendência do banco do Brasil, localizada na avenida Rio Branco, no Recife Antigo. A mobilização realizada pelo Sindicato dos Bancários de Pernambuco realiza-se nesta quarta-feira (20), às 9h30.

A proposta apresentada pelo banco foi rejeitada pelos delegados durante o 29º Congresso Nacional dos Funcionários do BB.

A mudança quebra o princípio da solidariedade, aumenta a contribuição do associado de 3% para 4%, institui a cobrança por dependente, por critério, que penaliza mais os salários e aposentadorias menores. Os aumentos mensais poderiam chegar a 167%. Se o aumento na coparticipação for incluído na conta, muitos associados pagarão até 10% de seu salário.

“O Banco do Brasil lucrou R$3 bilhões no primeiro trimestre deste ano. Isso mostra que é possível ao banco aportar mais dinheiro na Cassi e não jogar a conta nas costas dos trabalhadores. Exigimos a retomada da mesa de negociação para encontrarmos uma solução para a sustentabilidade da Cassi, sem perdermos o princípios da solidariedade e a garantia de atendimento para funcionários da ativa e aposentados", afirma a secretária-Geral do Sindicato e funcionária do BB, Sandra Trajano.

Com a mudança, um associado da ativa com dois dependentes e salário de R$ 5.000, que hoje paga R$ 150 à Cassi, passará a pagar R$ 400 (4% mais R$ 108,17 por dependente, limitado a 8% do salário). Um aposentado que recebe R$ 7.500 e tem um dependente, passará de R$ 225 para R$ 600 (4% mais R$ 324,51 por dependente, limitado a 8%).

Embora o governo federal insista afirmar que a Cassi é ineficiente, o mencionado plano de autogestão investe 8% de orçamento enquanto o mercado gasta 12%. Além disso, é um plano coletivo, que atende todos os estados, oferece programas assistenciais e que não visa ao lucro.

Compartilhe no
Notícias relacionadas...

Outras notícias...

Expediente:
Presidenta: Suzineide Rodrigues • Secretário de Comunicação: Epaminondas Neto • Conselho Editorial: Suzineide Rodrigues, Epaminondas Neto e Adeílton Filho • Jornalista Responsável: Micheline Américo  Redação: Beatriz Albuquerque e Brunno Porto • Coordenação, Supervisão e Produção de audiovisual: Tempus Comunicação •  Programação Visual: Bruno Lombardi