19/03/2018

Sindicato realiza 4ª reintegração de bancários neste ano



Nesta segunda-feira (19), o Sindicato dos Bancários de Pernambuco conquistou a reintegração da bancária Vanessa Magalhães, do Itaú Personnalité - Boa Viagem. Esta é a quarta demissão anulada por ação da entidade neste ano.

A bancária Vanessa Magalhães é funcionária do citado banco desde 2012. Os anos de dedicação total à empresa resultaram em Lesões por Esforço Repetitivo (LER), doença ocupacional que mais acomete a categoria em Pernambuco.

“Diante da reforma trabalhista, estamos em luta sem trégua para proteger os empregos dos bancários e, em caso de demissão ilegal, buscar a reintegração e todos os direitos devidos. Os retrocessos à classe trabalhadora impostos pelo governo federal não vão nos imobilizar. Muito pelo contrário, vão nos fazer ainda mais presentes e fortes”, afirmou a presidenta do Sindicato, Suzineide Rodrigues.



Durante a reintegração, os diretores aproveitaram para conversar com os demais funcionários sobre o trabalho que o Sindicato tem feito para garantir os direitos da categoria. "O retorno de Vanessa demonstra que a nossa entidade está encarando de frente os ataques à categoria e obtendo vitórias”, afirmou o secretário de Saúde do Sindicato, Wellington Trindade.

Afastada três vezes em razão de licença médica, ela retornou após o vencimento da Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT), atendendo uma solicitação do banco. "Um representante do Itaú me ligou, disse que precisava que eu voltasse para a agência e me garantiu que não iria acontecer nenhum tipo de retaliação. Apesar do meu atestado, a médica do banco alegou que eu estava apta para o retorno. Confiei e acabei sendo demitida", afirmou Vanessa.

Após o comunicado de desligamento, a bancária procurou imediatamente orientação do Sindicato, que acompanhou todo o processo até a reintegração. "Fiz questão de voltar com o Sindicato ao meu lado, pois é um apoio importante nesse momento em que ficamos psicologicamente abalados", destacou.

Vanessa Magalhães não recebeu assistência médica, salário e os demais benefícios a que tem direito no período em que esteve afastada. Diante da ilegalidade, a Justiça determinou que todas as verbas retroativas sejam pagas e que a bancária reassuma seu posto de trabalho após realizar o exame de retorno.

Compartilhe no
Notícias relacionadas...

Outras notícias...

Expediente:
Presidenta: Suzineide Rodrigues • Secretário de Comunicação: Epaminondas Neto • Conselho Editorial: Suzineide Rodrigues, Epaminondas Neto, Adeílton Filho e Epaminondas Neto • Jornalista Responsável: Micheline Américo  Redação: Beatriz Albuquerque e Brunno Porto • Coordenação, Supervisão e Produção de audiovisual: Tempus Comunicação •  Programação Visual: Bruno Lombardi