08/11/2017

Bancários farão ato em defesa dos bancos públicos na feira de Arcoverde



Durante visita as agências da Caixa, Banco do Brasil(BB) e Banco do Nordeste do Brasil (BNB) de Arcoverde, na última quinta-feira(9), os trabalhadores propuseram ao Sindicato dos Bancários de Pernambuco um ato em defesa dos bancos públicos, em um dia de sábado, na feira livre da cidade.


A entidade acatou a sugestão e já organiza um cronograma de reuniões para estruturar a ação que deve ocorrer ainda neste ano.


“Nosso objetivo é levar o debate aonde o povo está. Começamos pela Câmara de Vereadores do município com audiência pública e vamos ampliando cada vez mais para que toda a sociedade se aproprie do assunto. Esta é uma proposta dos bancários da cidade que vamos assumir com total disposição para a luta. Esperamos uma grande mobilização para o dia D”, afirmou a presidenta do Sindicato, Suzineide Rodrigues.


Durante a Audiência Pública, realizada na Casa James Pacheco, os empregados da Caixa, do BB e do BNB ocuparam o púlpito para defender os bancos públicos. “O Banco do Brasil é o maior fomentador da agricultura familiar, mas esse governo que está aí vem reduzindo os investimentos voltados aos pequenos produtores. O que vai ser das pequenas cidades e do povo sem os bancos públicos? Todos devemos entrar nesta luta independentemente de partido e de classe social” convoca o empregado do BB e delegado sindical,Giuseppe Padilha.


Na ocasião, ocupou a tribuna o empregado do Banco Nordeste e delegado sindical Antônio André. “O BNB está sendo ameaçado de ser incorporado ao BB, tendo em vista a sua privatização. E, se isso ocorrer, os pequenos empreendedores terão muita dificuldade para se estabelecer ou se manter porque o acesso ao crédito ficará bem mais caro já que os bancos privados visam apenas ao lucro”, alertou.


“Uma vez perguntei para uma cliente: A senhora sabe de quem é a Caixa? Ela respondeu: Do governo, não é? Eu disse: Não! A Caixa é do povo brasileiro. É essa mensagem que precisamos passar à população para unir todas as forças para que assim permaneça” complementou o empregado da Caixa e delegado sindical Edimilson Júnior.


Também marcaram presença a diretora do Sindicato dos Servidores da Saúde de Arcoverde (Sind-Saúde), Maria José e o diretor do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol),  Benoni Ozório.




Encerrada a sessão, a vereadora Zirleide Monteiro, autora do requerimento de solicitação da Audiência Pública, se colocou à disposição para organizar outros expedientes em defesa dos bancos públicos. “Estou cumprindo meu dever de agente público ao defender os interesses dos arcoverdenses e esta Casa está de portas abertas. Espero que os nobres colegas vereadores também se somem em favor de Arcoverde e de seu povo”, concluiu.


Neste ano de 2017, o Sindicato já realizou mais de 50 ações, entre elas, cinco audiências públicas nas cidades de Recife, Sertânia, Escada, Custódia e Arcoverde. Para este mês, estão previstas mais cinco sessões nos municípios de Ipubi, Frei Miguelinho, Buenos Aires, Serra Talhada e Salgueiro.




Compartilhe no
Notícias relacionadas...

Outras notícias...

Expediente:
Presidenta: Suzineide Rodrigues • Secretária de Comunicação: Epaminondas Neto • Conselho Editorial: Suzineide Rodrigues, Epaminondas Neto, Adeílton Filho e Epaminondas Neto • Jornalista Responsável: Micheline Américo  Redação: Beatriz Albuquerque e Ingrid Elihimas • Coordenação, Supervisão e Produção de audiovisual: Tempus Comunicação •  Programação Visual: Bruno Lombardi