08/11/2017

Caravana em Defesa dos Bancos públicos visita agências no Recife



Para engajar a categoria na Campanha em Defesa dos Bancos Públicos e do Emprego, o Sindicato dos Bancários de Pernambuco visitou nesta quarta-feira (8), as agências da Caixa Econômica Federal - Imbiribeira e do Banco do Brasil (BB) - Aeroporto, além de departamentos internos do BB.


A agenda integra o calendário de ações em defesa dos bancos públicos que só neste ano já realizou mais de 50 visitas em todas as regiões do Estado.

Os dirigentes abriram o ato destacando o último ataque do governo ilegítimo Michel Temer contra as estatais e o povo brasileiro. A publicação de um decreto, no dia 1º de novembro, cria um regime especial para venda de ativos de empresas com capital misto, como é o caso do Banco do Brasil.

“Precisamos reagir. Os sindicatos estão atônitos com a passividade dos trabalhadores. Como podemos fazer uma avaliação de que um dia de trabalho descontado por causa da greve é mais importante do que lutar contra a reforma trabalhista e a terceirização? Nós, que sabemos o que é ser funcionário do BB da Caixa - não o funcionário
status quo, mas um funcionário fundamental para o país, para a agricultura familiar, para as micro e pequenas empresas e para o financiamento da casa própria – não podemos deixar de ir às ruas defender os nossos direitos”, convocou o secretário de Assuntos Jurídicos do Sindicato, João Rufino.

Os bancários e usuários dos bancos públicos receberam materiais informativos sobre os prejuízos sociais da privatização e assistiram a uma esquete teatral que denuncia os planos de Temer e do ministro Henrique Meirelles contra o patrimônio do povo brasileiro.



A secretária-Geral do Sindicato, Sandra Trajano, também alertou à população. “Precisamos de um juro que possamos pagar; um programa social que a gente nos possibilite ter uma casa própria; um financiamento estudantil que garanta a entrada dos nossos filhos na universidade; tudo isto está correndo um risco, porque o governo federal está fazendo um grande movimento para acabar com a Caixa, o Banco do Brasil e o Banco do Nordeste”, esclareceu.

As ações em defesa dos bancos públicos são realizadas periodicamente, às quartas-feiras, na Região Metropolitana do Recife ou no Interior do Estado. A atividade integra o calendário de lutas sugerido pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT).

Compartilhe no
Notícias relacionadas...

Outras notícias...

Expediente:
Presidenta: Suzineide Rodrigues • Secretária de Comunicação: Epaminondas Neto • Conselho Editorial: Suzineide Rodrigues, Epaminondas Neto, Adeílton Filho e Epaminondas Neto • Jornalista Responsável: Micheline Américo  Redação: Beatriz Albuquerque e Ingrid Elihimas • Coordenação, Supervisão e Produção de audiovisual: Tempus Comunicação •  Programação Visual: Bruno Lombardi