14/07/2017

Sessões de CCV e CCP estão suspensas em todo o Brasil



O Banco do Brasil informou à Contraf-CUT que devido ao excesso de demandas iniciais e a constante prorrogação de prazos, os setores responsáveis farão um planejamento e para que os prazos voltem à normalidade.


A Comissão de Empresa vinha cobrando do banco a regularização dos prazos, face os constantes adiamentos.


Na nota enviada à Contraf "o Banco do Brasil reafirma a importância das Conciliações Extrajudiciais e reforça o interesse na realização de acordos com funcionários e ex-funcionários”. O Banco informou ainda que a até o final do mês deve regularizar e voltar com as sessões.


Para Wagner Nascimento, coordenador da Comissão de Empresa dos Funcionários do BB, a reestruturação, centralização e corte de funcionários foi um dos motivos que levaram o BB a não cumprir os prazos acordados. “Esperamos que a situação de regularize e que o nível de reclamação diminua.”

Compartilhe no
Notícias relacionadas...

Outras notícias...

Expediente:
Presidenta: Suzineide Rodrigues • Secretário de Comunicação: Epaminondas Neto • Conselho Editorial: Suzineide Rodrigues, Epaminondas Neto, Josenildo Santos, Beatriz Albuquerque e Expedito Solaney • Jornalista Responsável: Beatriz Albuquerque  Redação: Beatriz Albuquerque e Brunno Porto • Produção de audiovisual: Kevin Miguel •  Programação Visual: Bruno Lombardi